Roupa feminina de Verão da TNG: surpreendente!

Assim como em qualquer segmento da vida, o lado mais comercial é geralmente visto com olhares de reprovação por muita gente, o que não é o caso da coleção Verão 2013 da TNG. Embora a novela Avenida Brasil já tenha terminado e o desfile tendo sido realizado já há algum tempo, não há como deixar de citar a roupa feminina da grife estrelada por Isis Valverde, que interpretou a personagem Suellen, na trama.

Quem critica a TNG por aplicar uma moda feminina comercial pode se surpreender, já que a grife conseguiu balancear esse lado com um pensamento mais conceitual. E, para não perder o costume, temos o jeans e o terno como os atores principais.

As coleções de verão, sendo da TNG ou não, buscam inspirações ou pontos de partida para existirem, certo? A grife, desta vez, explorou o efeito do negativo e do positivo dos raios-X na roupa feminina – técnica utilizada para detectar fraturas ósseas, mas também presente em retratos criativos de fotógrafos.

Esses elementos podem ser vistos aos poucos – trabalhados de forma convincente – na roupa feminina da TNG. Do jeans preto, liso ou com algumas manchas, até o denim simples e também lavado, a marca conseguiu agradar a gregos e também troianos. Ainda que de forma pouco menos “volumosa”, diferentes cores apareceram, como no bustiê e na saia super leve destacados a seguir.

Shorts brancos combinados a peças de cores como a laranja também funcionaram muito bem, dando o tal ar mais conceitual a essa coleção de verão.

Fernanda Yamamoto desenvolve roupa feminina para o Inverno 2013

Há estilistas que às vezes não precisam se apresentar nos mais tradicionais eventos de moda para serem notícia, pois a marca que assinam, por si só, já é tendência e informação. A estilista Fernanda Yamamoto acabou não participando do último São Paulo Fashion Week, porém mesmo assim conseguiu levar o melhor de sua roupa feminina para os principais portais que falam sobre moda.

Quem gosta de coleções de inverno vai amar as ideias que Fernanda preparou para a coleção Inverno 2013, a começar pelo conceito. Lembra-se do tempo em que, por algum motivo, você precisava comprar aqueles papéis que imitavam pedra? E que, para dar o efeito de pedra, você tinha de amassá-los e moldar livremente? Então, a ideia da linha é parecida.

A estilista trouxe à tona o tema “Tudo se transforma” na coleção de roupa feminina. As peças ganharam o efeito trompe l’oeil, que é uma estampa digitalizada de papel amassado, dando a impressão do exemplo citado acima. Outra aplicação dentro do tema proposto por Fernanda Yamamoto é a madeira com o que chamamos de malha resinada, com um brilho beirando o plastificado.

Dá para ver que entre as coleções de inverno apresentadas por todas as marcas, a de Fernanda Yamamoto é, no mínimo, uma das mais diferentes. E por quê? Bom, devido às estampas e aos recortes, claro!

Agora, em termos de modelagem e roupa feminina, temos vestidos largos e calças igualmente largas. A manga “sobrando” tecido também é uma constante.

Você gostou das ideias? Legais, não?